Deixe um comentário

Sites de busca: muito além do Google

Atualmente, o Google é o site de buscas com maior participação no mercado mundial. Só no Brasil, quase 90% das buscas são feitas usando o buscador, conforme dados da consultoria Predicta. No entanto, será que é realmente bom restringir nossas buscas a uma única ferramenta, por melhor que ela seja? Para desmistificar um pouco a aura que existe em torno do Google e dizer que existem, sim, outras ferramentas interessantes de pesquisa geral, vamos dar aqui algumas opções de sites de busca um pouco diferentes, seja pela forma de apresentação dos resultados, seja na forma de pesquisa em si.

Spezify: o Spezify é uma ferramenta que se diferencia pelo visual. A proposta do site é utilizar uma forma de pesquisa mais intuitiva, em que o usuário possa literalmente “ver” o resultado. Mas, como assim “ver” o resultado? Um exemplo: fizemos uma pesquisa por “biblioteca florestan fernandes”, e como resposta o site trouxe uma série de registros que não são apresentados na forma clássica de uma lista de links. Ao invés disso, ele usa imagens, com título e um pequeno resumo do conteúdo das páginas que fazem referência ao termo buscado. Conteúdo visual, como fotos e vídeos, são apresentados diretamente na tela, numa organização horizontal que você pode “arrastar” para onde quiser. A quantidade de resultados deixa um pouco a desejar, mas vale a pena experimentar como um outro recurso para busca de imagens.

Exalead: o Exalead constitui uma proposta de busca integrada que também se diferencia pela forma de apresentação dos resultados. Tal como o Google, o site também deixa ao usuário a opção de buscar arquivos em seu próprio PC, além das já tradicionais opções de busca na Web, por imagens e vídeos. Além disso, inclui outras possibilidades na sua caixa de buscas, como a pesquisa direta na Wikipédia, por redes sociais e blogs. Você também pode deixar na página inicial os seus sites favoritos, tudo isso numa apresentação limpa, agradável de usar. Repetindo a nossa busca por “biblioteca florestan fernandes”, a apresentação é parecida com a dos buscadores tradicionais, mas apresenta numa coluna separada os tipos de sites e arquivos localizados, além de apresentar de forma mais fácil os sites relacionados ao tema e mesmo a porcentagem de resultados em idiomas e por países. O defeito, mais uma vez, está na abrangência dos resultados: não conseguimos achar alguma referência ao nosso blog…

Delicious: este já é um conhecido de muitos usuários, mas vale a pena enfatizar a sua utilidade como site de buscas. O Delicious é uma ferramenta que permite que você administre os seus sites favoritos a partir de qualquer lugar. Assim, ao invés de salvar os sites de que você mais gosta apenas no seu computador, você pode importá-los para o Delicious e criar categorias e palavras-chave para eles. A vantagem do Delicious como ferramenta de busca está no seu lado “social”, já que também é possível compartilhar favoritos com outras pessoas. Assim, é possível descobrir o que outras pessoas já avaliaram e marcaram como interessantes sobre um determinado assunto, dando um pouco mais de confiabilidade aos seus resultados.

Wolfram Alpha: O Wolfram Alpha é uma proposta ambiciosa de site de busca que usa uma moderna forma de coletar dados, baseado em conceitos de inteligência artificial. A proposta é identificar as perguntas feitas em linguagem natural e representá-las dentro de um padrão computacional, ou seja, é um site que tenta trabalhar com a identificação de conceitos. Complicado? Um exemplo para deixar um pouco mais claro: se alguém escreve o termo “2 cups of OJ” (dois copos de suco de laranja, em inglês), o Wolfram Aplha devolve todas as informações nutricionais sobre o produto. No caso de uma pesquisa por “gold” (ouro) o site revela desde o valor do ouro no mercado internacional até informações técnicas sobre o elemento químico. De fato, fizemos um teste pelo termo “music notes” e os resultados, apresentados como uma espécie de formulário, incluíram informações sobre as frequências das notas, intervalos, acordes, escalas e até mesmo sugestões de músicas. É um site bastante “exato”, sendo muito útil para pesquisas científicas que envolvem números e estatísticas. No entanto, ainda apresenta muitas falhas quando as buscas são sobre aspectos sociais e humanidades, sem contar o fato de que ainda não está disponível em português.

Twittersearch: “See what is happening – right now“. Esté é o mote desta ferramenta, cuja proposta é fazer busca por postagens feitas no microblog Twitter. O sistema é bastante simples e lembra os procedimentos de busca do velho Google, com a diferença de que você só fará uma busca restrita a tweets, atualizados em tempo real (ou seja, assim que alguém postar alguma coisa no Twitter, você já será capaz de fazer a busca pelo que foi postado). Fizemos um teste pela nossa conta usando o termo “bibliofflch” e os resultados foram satisfatórios. Todas as nossas postagens e referências de outras pessoas à nossa página foram localizados.

Technorati: se o Twittersearch faz uma busca no microblog Twitter, a proposta do Technorati é fazer buscas por informações divulgadas em Blogs. Cerca de 1 ano atrás, já eram 112.8 milhões de blogs indexados, mais uma enorme quantidade de tags, as “etiquetas” ou palavras-chave usadas pelos usuários para descrever o conteúdo de uma postagem. Por ser uma ferramenta basicamente em inglês, os resultados em outros idiomas podem não ser muito satisfatórios.

Certamente há outras ferramentas com recursos interessantes além destas, mas é possível que estas já deixem claro um ponto: para ter bons resultados, mesmo numa pesquisa não-acadêmica, é preciso ir um pouco além do Google…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: