Deixe um comentário

Slow Science: a ciência lenta

O título deste post pode parecer estranho, principalmente se você pensar que o ritmo do desenvolvimento científico está cada vez mais acelerado.  No entanto, há boas razões para acreditar que a Slow Science é o que pode mudar alguns parâmetros do que se considera “boa ciência”.

Mas em que consiste exatamente essa tal de Slow Science? A “Ciência Lenta” é um movimento iniciado na Alemanha, que visa exigir mais tempo para que cientistas façam suas pesquisas. Quem adere ao movimento compromete-se em não se render à publicação desenfreada de artigos. Para quem não sabe, o número de publicações de artigos em revistas científicas reconhecidas é determinante para áreas como as de Extas e  Biológicas, podendo alterar a quantidade de recursos que um pesquisador terá para pesquisas futuras. Ainda que em menor escala, o número de publicações também é considerado um ponto importante na avaliação de pesquisadores nas áreas de Humanidades e Ciências Sociais, além de ser um dos fatores para avaliar a produção científica de universidades.

Os defensores da Slow Science argumentam que a pressão para publicar pode levar o pesquisador a tirar conclusões de forma precipitada, já que não haveria tempo suficiente para verificação de todos os dados e hipóteses. Apesar de crescer lentamente, o movimento vem ganhando adeptos nos últimos tempos, com base na ideia de que “a ciência precisa de tempo para pensar”.

E você, o que acha? Leia o manifesto da Slow Science e tire suas próprias conclusões.

Veja também esta matéria sobre o assunto.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: